Margareth Menezes fala sobre lives na pandemia: “me resgataram da depressão”

Margareth Menezes, um dos maiores símbolos do axé music, abriu seu coração ao falar sobre a pandemia mundial de Covid-19. “A gente achou que ia passar logo, que tristeza ver toda a Bahia, com toda sua pulsação, fechada”, disse a cantora em entrevista ao programa “Brasil com Zeca”.

Quando a pandemia estourou, Margareth estava prestes à sair em turnê de seu último trabalho, “Autêntica” – o que acabou não acontecendo. Com sua agenda completamente cancelada, a musa viu nas lives uma oportunidade de se apresentar para o público. “O que me resgatou da depressão na pandemia foram as lives”, contou.

Ao ser perguntada sobre o próximo carnaval, Margareth tentou conter a empolgação. Para ela, o ritmo lento de vacinação pode ser um empecilho para que o evento possa ocorrer já no ano que vem. “Esta situação da covid-19 tem variante, a lentidão da vacinação aqui, somos 217 milhões, ainda não somos 40% vacinados, não adianta esse negócio de (imunidade de) rebanho”, opinou.

Sem mais artigos