Indiano se recusa a viver em liberdade condicional por medo da Covid-19

A pandemia da Covid-19 ainda assusta a muitas pessoas em várias partes do planeta. Controlado em alguns países, o novo coronavírus tem causado milhares de mortes em outros e parece longe de deixar de causar temores.

A Índia, por exemplo, é hoje o país com maior número de mortos por dia por causa da doença. Pensando nisso, um presidiário chamou a atenção e ganhou as manchetes de jornais indianos nesta semana.

Ashir Kumar, que cumpre pena de seis anos na cidade de Meerut, se recusou a viver a sua liberdade condicional, expedida pela Justiça, por medo da onda de mortes no país.

Ashir disse que prefere ficar preso por se sentir mais seguro dentro do presídio do que nas ruas por causa da Covid-19. Entre os fatores apontados por ele para não deixar a prisão estão o fácil acesso à comida, banho e atendimento de saúde.

Algumas penitenciárias espalhadas pela Índia já informaram que outros presos também estão se recusando a viver em liberdade condicional.

Sem mais artigos