Hitchcock, com Anthony Hopkins

Anthony Hopkins como Hitchcock

Anthony Hopkins, ganhador de um Oscar por sua atuação em O Silêncio dos Inocentes, não está nem um pouco ansioso com a possibilidade de ser indicado ao prêmio novamente. O ator, que possui chance de ser nomeado por sua interpretação de Alfred Hitchcock no filme Hitchcock, disse que acha “nojento” ter de bajular integrantes da Academia para ter mais chances de concorrer.

“Eu me sinto aliviado por não ter de fazer essa publicidade cara a cara. Eu já tenho meu Oscar. Ter de ser legal com as pessoas e ser chamoso e flertar com elas… Ah, não! As pessoas têm de parar o que estão fazendo para agradar ao corpo nomeador, e eu acho isso nojento. Isso sempre foi contra a minha natureza”, disse, em entrevista ao site Huffington Post. Ele disse, ainda, que sente “vontade de vomitar” quando vê atores beijando a mão de um grande produtor.

O ator contou, ainda, que se sentiu apreensivo por interpretar um personagem da vida real. “Eu senti essa apreensão durante todo o filme. Eu fiz toda minha preparação, mas sendo perfeccionista como sou, quis ter certeza de que estava fazendo tudo absolutamente certo. (…) Eu nem olhava para as telas dos monitores [durante a parte de produção]. Eu não queria me ver ou me ouvir”, disse.

Baseado no livro Alfred Hitchcock and the Making of Psycho, escrito por Stephen Rebello, Hitchcock é centrado na relação de Hitchcock e sua esposa Reville na época em que o diretor queria fazer um filme de terror considerado mais modesto. Sem encontrar um estúdio disposto a financiar, o próprio cineasta bateu em diversas portas para conseguir o dinheiro e, finalmente, produzir Psicose.

Com direção de Sacha Gervasi, o filme estreia no Brasil no dia 8 de fevereiro de 2013.

Anthony Hopkins diz que ter de bajular pessoas para concorrer ao Oscar é 'nojento'

Sem mais artigos