A Arquidiocese do Rio de Janeiro voltou atrás em sua decisão e informu os produtores do filme Rio, Eu Te Amo que permitirá filmagens e o uso da imagem do Cristo Redentor no longa-metragem.

A estátua, controlada pela Arquidiocese, fará parte de um dos curta-metragens do filme dirigido por José Padilha (Tropa de Elite), intitulado Inútil Paisagem. De acordo com comunicado feito pela assessoria do filme, foi concluído que o curta não é desrespeitoso ao Cristo ou à religião católica.

Na trama do curta, Wagner Moura vive um homem em crise que, durante um voo de asa delta, usa a estátua do Cristo como um meio de colocar para fora seus anseios. De acordo com o comunicado, José Padilha terá de correr contra o tempo para finalizar o curta antes da estreia. 

O filme da franquia Cities of Love (Cidades do Amor) conta diversas histórias de amor que acontecem ao mesmo tempo no Rio de Janeiro, protagonizadas por 23 atores como Fernanda Montenegro, Rodrigo Santoro, Tonico Pereira, Bruna Linzmeyer, Cláudia Abreu e Márcio Garcia; além dos internacionais John Turturro, Harvey Keitel, Vincent Cassel e Vanessa Paradis.

Entre os diretores convidados está Carlos Saldanha (A Era do Gelo), a libanesa Nadine Labaki, o australiano Stephan Elliot, além dos brasileiros Fernando MeirellesAndrucha Waddington e José Padilha.

Os cenários escolhidos para as filmagens percorrem grande parte da cidade como a Praia de Copacabana, o Pão de Açúcar, as ruas do Vidigal e o Theatro Municipal. Com isso, o Rio passa a fazer parte da franquia que já foi rodada em cenários de Nova York e Paris, as duas cidades nas quais transcorrem “New York, I Love You” e “Paris Je t’aime”.

Rio, Eu Te Amo estreia no Brasil no dia 11 de setembro.

 

 

Sem mais artigos