Muita gente ficou surpresa com a repentina saída de Charlie Hunnam da adaptação para o cinema de Cinquenta Tons de Cinza, há uma semana. O ator, que viveria o protagonista Christian Grey, finalmente explicou o que aconteceu, em entrevista ao E! Online.

“Eu estou bem. Eu só estou me concentrando no trabalho. Tem sido um período ocupado”, disse o ator, que faz a série Sons of Anarchy. “Eu tive algumas coisas acontecendo na família, portanto estou apenas tentando me manter focado e positivo. Estou tentando fazer um bom trabalho e ficar com minha família”, acrescentou. O pai dele morreu em maio deste ano.

“Quando eu terminar de gravar a série, vou para a Inglatertra e ver meu pessoal. Então, terei um filme para fazer com Guillermo Del Toro. Vou fazer isso e me concentrar para o fim de Sons“, afirmou. “Quero terminar isso com força e seguir para um novo capítulo da minha vida”.

No dia 14 de outubro, a Universal divulgou uma nota anunciando a saída de Hunnam de Cinquenta Tons. “Os produtores e Charlie Hunnam concordaram em encontrar outro protagonista, em razão da agenda imersiva de Hunnam na TV, que não está deixando muito tempo para ele se preparar adequadamente para o papel de Christian Grey”, dizia a nota do estúdio.

Em 2 de setembro, Charlie Hunnam e Dakota Johnson foram anunciados como os protagonistas do filme Cinquenta Tons de Cinza, baseado nos best-sellers de E.L. James. O filme será dirigido por Sam Taylor-Johnson (O Garoto de Liverpool). Kelly Marcel (Terra Nova) é responsável pelo roteiro.

Sem mais artigos