Ailton Graça, o ator que vive a travesti Xana em Império, novela das 9 da TV Globo, diz que a maior aceitação do personagem vem das crianças. “A aceitação das crianças é a grande referência. Elas não foram educadas para ter o preconceito. Isso ela adquire no momento que se torna adulta, dentro das famílias, nas escolas. Ela vai sendo moldada para criar conceitos sobre o outro”, disse ao jornal Extra.

A novela de Aguinaldo Silva tem ainda Claudio, personagem bissexual vivido por José Mayer. “Ele não está atrás de seduzir pelo corpo, mas pela alma. Ele não é só um crossdresser. Vai para além disso. O beijo gay passou a ser raso neste contexto”, analisa.

Xana passará por uma reviravolta nos próximos capítulos da trama. Teresa (Kelzy Ecard) pedirá a ela que cuide de seu filho pouco antes de morrer. “Isso é muito importante para um segmento social que não está inserido, que são os travestis. Não quero que isso se perca na vaidade ou no ego. A gente não pode abrir a guarda”, reflete.

 

Sem mais artigos