OLHA ELAAAAAAAA

Reprodução OLHA ELAAAAAAAA

Ana Paula Renault, participante do BBB16 e uma das mais amadas da história do programa, soltou o verbo no Morning Show, da Jovem Pan, esta manhã.

“Ninguém deveria ganhar essa edição. A Globo poderia destinar o prêmio para algo melhor, como doar para alguma instituição de caridade ou o Criança Esperança. Nenhuma das três finalistas demonstrou que merece o prêmio”, disse a polêmica ex-BBB, que foi expulsa da edição anterior do programa depois de ter agredido Renan.

Ana Paula ainda disse que acredita que Emilly será a vencedora dessa edição do reality. “A fã base da Emilly e do Marcos se destacava em todas as mídias sociais. Por isso tudo, acho que a Emilly ganha. Mas não simpatizo com a cabocla”, afirmou. “Ninguém demonstrou carisma ou um posicionamento bacana. Quem se destacou na chamada antes do início do reality decepcionou dentro da casa”.

A ex-sister acompanhou o programa desde o começo e sempre deixou as suas opiniões no Twitter. “Não gosto da Emilly. Ela é uma peste, uma demônia. Assisto o PPV e a edição da televisão. Eu assisto tudo e sei de tudo. Ela sempre se mostrou ardilosa e mentirosa. Falava que não ficaria com o Marcos e numa festa, no qual colocaram um telão que mostrava tuítes pedindo para eles ficarem juntos, eles resolveram ficar juntos. Eles sempre pensaram no ibope para o VT”, disse. “Eu fui eu mesma no programa, o meu caráter dormia e acordava comigo. Não precisei mentir para ser querida e ganhar voto. Nem estava focada no dinheiro, estava aproveitando a experiência”.

Ana Paula aproveitou e falou também sobre a sua expulsão da casa: “Ambos estamos errados, mas eu não cometi nenhum crime. Já o doutor Marcos infringiu a lei. Foi algo externo que interviu no BBB”.

“Acredito que a Globo foi omissa. O BBB é um programa de entretenimento, eles querem dinheiro. Aqui na rádio não vamos falar sobre assuntos que vão dar sono. A Globo chamou ambos para perguntar se a Emilly se sentiu agredida e pediu para ele pegar mais leve. Mas a comoção popular, com 50 mil denúncias, levou a acusação para a delegada”, disse.

As frases mais lamentáveis da história do BBB

“Se eu não usar desodorante, fico com cheiro de neguinha”. Franciele disse isso durante o BBB14.
“Parece o Valderrama”. Manoel sobre o cabelo de Gabriela Flor, no BBB17.
“Acho que pro Brasil é critério, porque ela é deficiente. Ela e a Mama se aproveitam. No ao vivo você pode perceber que o Tiago fala sempre com elas, uma por ser deficiente e outra por ser idosa. Mas a Mari, olha, ela é maldosa”. Emilly soltou essa pérola na edição atual do BBB.
“E eu acho que assim, uma afrodescendente costuma se relacionar com afrodescendentes. E eu pensei 'pô, aguenta tudo'. E eu atravessei. E até hoje sou acusado de assassinato, entende?”. Cássio falou para Tatá Werneck, que fazia uma participação no programa. A declaração gerou uma grande polêmica na época.

BBB: “Ninguém merece”, Ana Paula Renault diz para Globo doar o prêmio para o Criança Esperança

Sem mais artigos