anapaula

(Reprodução / TV Globo)

 

“Velho, nojento, fedido, pedófilo”! Essas foram algumas palavras que a mineira Ana Paula usou para xingar o participante Laércio no primeiro grande barraco do BBB16. A briga virou assunto nas redes sociais e ainda divide opiniões sobre o comportamento do tatuador e o descontrole da mineira por ter acusado o colega de reality de praticar pedofilia. Laércio disse que pretende processar a jornalista quando sair do programa.

Os dois já haviam se desentendido por causa da limpeza do banheiro. Em outro episódio, o tatuador de 53 anos também disse para Ana Paula que prefere namorar “novinhas” e que já saiu com uma garota de 17 anos. Desde então, o clima entre os dois só piorou.

Pelo Twitter, o apresentador Tiago Leifert entrou na polêmica:

leifert2

Ainda nesta edição, Ana Paula relembrou a personalidade forte da participante Anamara, que participou do BBB 10 e do BBB 13, dizendo que a ex-policial era uma barraqueira muito querida pelo público, dando a entender que, se vencer a disputa do paredão com Laércio, ainda vai bater muita boca dentro da casa mais vigiada do Brasil e talvez ser a grande vilã do BBB 16.

Não é de hoje que o Big Brother Brasil conta com participantes com gênio forte no elenco. Veja agora alguns personagens explosivos que já passaram pelo reality:

 

Vilões do BBB

Tina protagonizou uma cena clássica dentro do BBB ao cantar
Com pinta de bad boy, o lutador de artes marciais levou fama de mau e aparecia sempre com a cara fechada no BBB4. Ele foi rejeitado pelo público e foi o 8º eliminado   do programa.   Após 6 anos, Dourado teve uma nova chance na TV e integrou o elenco do BBB 10. Na edição, afirmou que heterossexuais não contraíam Aids, e o Ministério Público cobrou   um posicionamento da Globo. O lutador bateu muita boca com Dicesar, que o chamava de homofóbico.
Doutor Gê ficou conhecido com um dos maiores vilões da história do Big Brother Brasil porque arquitetava armações para colocar os oponentes no paredão e não escondia as   desavenças que tinha com Jean Wyllys, vencedor da edição e hoje deputado federal.  Na época, o médico perdeu a disputa no 4º paredão. Atualmente ele atende muitos famosos como especialista em medicina esportiva.
A faceta de vilão apareceu quando Cowboy comprou briga com Diego Alemão. O ponto alto da participação dele na casa foi quando articulou uma disputa de paredão entre   Alemão e a namorada dele no programa, Iris Stefanelli. Foi rejeitado e saiu na 11ª eliminação.
O psiquiatra tentava desestabilizar os oponentes e protagonizou discussões acaloradas com Rafinha, campeão da edição, e até com Gyselle, a amiga que fez dentro da   casa. A eliminação do Dr Marcelo ocorreu na 8ª semana do reality. Fora da casa, ele virou um telespectador assíduo do programa e fez muitos comentários das edições   pelo Twitter até sumir das redes sociais.
Em sua primeira participação, Maroca quebrou o pau com Eliéser por causa de um bolo e bateu muita boca com Lia Khey, para quem acabou perdendo no 12º paredão.  A ex-policial também participou da 13ª edição do reality e voltou pior do que já era. Assim como Anamara, Eliéser também integrou o BBB 13, e claro que os dois voltaram a  brigar. Em uma das discussões mais conhecidas entre eles, ela o chamou de banana
Daniel foi expulso do programa após ter sido suspeito de estuprar a participante Monique Amin. Depois de uma festa regada a bebidas, ele dividiu uma cama com a estudante e foi acusado de se aproveitar de Monique enquanto ela estava desacordada. A Polícia Civil do Rio de Janeiro chegou a abrir um registro de ocorrência para apurar o suposto abuso sexual e, na época, o assunto provocou discussões quentes na internet. Em 2012, a Justiça do Rio de Janeiro determinou o arquivamento do inquérito por insuficiência de provas.
A recepcionista tinha tudo para ser a grande barraqueira da 13ª edição do programa, mas não teve tempo porque foi eliminada no 1º paredão. Logo na primeira prova de   resistência, ela discutiu feio com o veterano Bambam e o chamou de
A maior polêmica da 14ª edição aconteceu quando Cássio acusou Marcelo, colega de confinamento, de beijar à força a participante Ângela, que estava bêbada. Marcelo   quase partiu para agressão e esmurrou a parede do quarto do líder. Em outro espisódio, que teve a participação de Tatá Werneck, Cássio disse para a atriz que havia
A gaúcha, que deu até beijo triplo no casal Clara e Vanessa, perdeu no 12º paredão. Quando deixou a casa, acusou a edição do Big Brother de deixá-la com fama de má, afirmou nunca mais conseguiu trabalhos como atriz e disse que o reality foi a pior coisa que aconteceu na vida dela.

Os 10 maiores vilões do BBB

Sem mais artigos