A espera dos fãs do MasterChef acaba nesta noite! O programa de culinária volta a ser exibido todas as terças na tela da Band sob o comando de Ana Paula Padrão e dos renomados chefs Henrique FogaçaPaola Carosella e Erick Jacquin.

Para esta terceira temporada, 75 cozinheiros foram pré-selecionados e vão disputar 21 vagas do reality durante as três primeiras semanas de exibição do #MasterChefBR. Ao todo, o talent show vai ficar 5 meses no ar.

O Virgula perguntou aos temidos jurados: o que os candidatos que pretendem chegar a final NÃO devem fazer durante as provas? Confira as respostas!

HENRIQUE FOGAÇA

(Gabriel Quintão)

Para Fogaça, os concorrentes devem prestar atenção nos temperos escolhidos e não podem deixar de experimentar a combinação deles. Os cozinheiros também não devem se distrair com outras preocupações nos últimos segundos das provas. Segundo o chef, a falta de atenção ao relógio é recorrente entre os participantes.

PAOLA CAROSELLA

(Gabriel Quintão)

De acordo com a chef argentina, os aspirantes a MasterChef Brasil nunca devem dar saltos muito longos ao encarar desafios que estejam além de suas próprias capacidades culinárias, e jamais devem apenas reproduzir receitas, e sim apostar em pratos autênticos.

ERICK JACQUIN

(Gabriel Quintão)

Para o implacável Jacquin, o mestre-cuca que quer vencer não pode ser o melhor logo no início do programa e já despontar como favorito, mas deve, sim, crescer ao longo dos episódios. O chef francês também destacou que não existem produtos ruins nas bancadas, por isso, quem quer ser finalista precisa trabalhar com a cabeça para não acabar apostando em combinações ruins.

Sem mais artigos