Manoel Carlos se despede nesta semana das novelas com o fim de Em Família, novela das 9 da TV Globo. Em entrevista ao jornal carioca Extra, ele criticou as reações negativas ao casamento de Clara (Giovanna Antonelli) e Marina (Tainá Müller), exibido pela emissora nessa quarta-feira (16). “Tive núcleos e cenas polêmicas em todas elas. Quanto às meninas gays, também é natural. A classe média é conservadora, assim como a imprensa escrita de jornais e revistas”, analisa.

Sobre a enxurrada de críticas que a novela recebeu – além da baixa audiência – Maneco não vê problema. “Eu me despeço bem, certo de que fiz um bom trabalho, honesto comigo mesmo, na mesma linha de tudo que escrevi nesses anos todos. Claro que nem todos com o mesmo acerto, mas trabalho algum jamais me envergonhou e me fez arrependido. Assino embaixo de tudo o que fiz”, diz. Ele descarta voltar a escrever para televisão – bem como reviver Helena, protagonista de muitas de suas novelas, desta vez vivida por Júlia Lemmertz. ” Helena vai descansar. Nem novela, nem série, nem minissérie. Não penso em revivê-la”, afirma.

Sobre o ponto final em sua carreira na televisão, Maneco é modesto. “Fiz o possível para dar às pessoas boas histórias. Se consegui isso algumas vezes, eu me sinto feliz e agradeço”, conclui.

 

Sem mais artigos