Brad Pitt destacou neste domingo (19) em Londres que seu novo longa, Corações de Ferro, não é um filme tradicional sobre a Segunda Guerra Mundial, mas sobre “entrar na mente do soldado”.

No Festival de Cinema de Londres, Pitt falou sobre o filme em entrevista coletiva, acompanhado pelo diretor do filme, David Ayer, e outros atores do longa, como Shia LaBoeuf, Logan Lerman, Michael Peña e Jon Bernthal.

Corações de Ferro mergulha o espectador nos últimos meses da guerra em um tanque capitaneado pelo sargento Collier, interpretado por Brad Pitt, que, junto a sua tripulação, empreende uma missão suicida no coração da Alemanha.

Cinco anos após protagonizar Bastardos Inglórios(2009), Pitt retorna ao cenário da Segunda Guerra Mundial, em uma ambientação diferente, já que a maior parte da trama se passa dentro do tanque, denominado Fury (título original).

Entrar na sala de cinema é um convite a subir no interior do tanque e ser testemunha dos horrores da guerra. Pitt concluiu o veículo foi “sua casa” e a do resto de atores durante as filmagens, sensação que acredita que os soldados que participaram do conflito viveram.

Ao ser perguntado sobre como foi a experiência de se adaptar a um espaço tão reduzido, Pitt brincou que com o tempo aprenderam “onde colocar as xícaras de café para que não invadissem a cena”.

A filmagem de Corações de Ferro coincidiu com a produção de Invencível, dirigido por sua mulher, Angelina Jolie, e ambientado também na Segunda Guerra, o que fez com que, “apesar das diferenças no enfoque dos projetos, compartilharmos e trocamos conhecimentos e experiências”.

Corações de Ferro acompanha a evolução psicológica do jovem soldado Norman, que passa de ser incapaz de disparar uma arma a matar sem piscar para sobreviver.

O diretor do filme, David Ayer, explicou que queria mostrar como as tropas que participaram da Segunda Guerra Mundial “eram formadas por gente normal, que poderia ser um amigo ou um vizinho e, assim, revelar como podia ser o seu dia a dia durante a disputa a bordo de um tanque.”

O filme estreia esta semana nos cinemas dos Estados Unidos e do Reino Unido. No Brasil, o lançamento está previsto somente para 5 de fevereiro de 2015.

Sem mais artigos