Ian SBF, um dos criadores do Porta dos Fundos, revelou ao jornal O Globo que o grupo de humor segue de “portas abertas” para programas na TV aberta. O Porta assinou nesta semana contrato com o canal pago Fox para uma série de 12 episódios que irá ao ar em 2015. “Não é porque estamos na TV paga que fechamos as portas para a TV aberta”, disse Ian.

Para o programa na TV por assinatura, Ian, Gregório Duvivier e Fábio Porchat estão em busca de atores e roteiristas. “Não precisa ser famoso. Quando começamos, o mais conhecido era o Gregorio (Duvivier). Vamos abrir uma seleção de forma mais pública, anunciaremos na internet. Quero fazer uma oficina”

A parceria com a Fox envolve ainda a Endemol, conglomerado de mídia que detém os direitos, por exemplo, do reality show Big Brother Brasil. Isto permite, por exemplo, que a Endemol leve o formato do programa para ser adaptado em outros países.

“Chegou a oportunidade certa de darmos um novo passo e levarmos o trabalho do Porta dos Fundos para a televisão. Começamos nosso trabalho na internet e acreditamos nela como nossa casa, afinal ela nos permitiu fazer um trabalho que a televisão não permitia e que sentíamos falta. Sempre dissemos que estávamos apenas esperando o projeto certo pra avançarmos em outras mídias e finalmente estamos muito felizes com essa parceria e acreditamos que a Fox, um dos maiores canais do mundo, seja o lugar ideal para isso”, disse o sócio e diretor do Porta dos Fundos, Ian SBF.

“Esse era um sonho antigo que concretizamos nesta parceria e está alinhado com a estratégia da Fox de produzir conteúdos inovadores”, completou o vice-presidente de programação e conteúdo da FOX International Channels Brasil, Paulo Franco. “Estar junto com o Porta dos Fundos representa, além de inovação, a realização de um objetivo: criar e produzir ficção. E nesse sentido a Fox é a parceira ideal”, contou a diretora-geral da Endemol Brasil, Juliana Algañaraz.

No Brasil, a Fox já tem uma série de humor Rafinha Bastos, além de outras séries de ficção como São Paulo e Contos de Edgar.

Sem mais artigos