Daniel Radcliffe parece ter virado adulto de vez. O ator de 25 anos vem se firmando ao escolher personagens que fogem do estereótipo juvenil que o marcou com seu mais famoso papel – o bruxinho Harry Potter.

Em entrevista ao jornal norte-americano The Huffington Post, por ocasião do lançamento de seu novo filme (a comédia romântica What If), Radcliffe comentou suas opções.

O ator falou por exemplo sobre escolher filmes independentes, longe dos grandes estúdios – como Horns, que também deve ser lançado em breve. “Honestamente acho que os melhores roteiros são no setor independente. Nos grandes estúdios, cada decisão é tomada por 10 ou 20 pessoas. E assim, obviamente se torna uma versão homogeneizada de algo, e menos individual”, explicou Radcliffe.

O jornal perguntou como o ator evitou a famosa “maldição da estrela mirim” – nove entre dez astros infanto-juvenis enfrentam dificuldades para prosseguir com suas carreiras quando se tornam adultos.

“Cada criança que ingressa na indústria do entretenimento vai ter uma experiência diferente”, disse o ator. “Eu tive sorte de ter uma base familiar sólida e incrível, coisa que muitos astros mirins não tiveram”.

“Mas mais do que isso, o que fez a diferença foi que eu sempre amei estar no set de filmagem. Adoro trabalhar, estar no set, aquela comunidade, aquela atmosfera”, concluiu.

Sem mais artigos