Adriane Galisteu e Letícia Spiller

Montagem/Reprodução Adriane Galisteu e Letícia Spiller

Você lembra das musas que passaram pela TV brasileira nos anos 1980 e 90? Se você tem boa memória, vai lembrar de muitas beldades que estão em nossa galeria. Se você tem idade para isso, elas foram seus crushes em décadas distantes.

Nesta lista não poderiam ficar de fora musas como Letícia Spiller, Adriane Galisteu, Xuxa, Bruna Lombardi, Luiza Brunet, Suzana Alves – a Tiazinha! -, Luana Piovani, Luma de Oliveira, Vera Fischer, Doris Giesse e muitas outras.

Beldades da TV brasileira dos anos 80 e 90

Começou a carreira como atriz em teatro amador em 1985, no Colégio Sagrado Coração de Maria. Em 1989, entrou para o programa Xou da Xuxa, da Rede Globo, como a paquita Pituxa Pastel. Mais tarde fez um grande sucesso como a musa Babalu em 'Quatro por Quatro'. Letícia segue fazendo novelas.
Gabriela Duarte começou a carreira ainda jovem. Esteve em Top Model e no remake de Irmãos Coragem. Em 1996, chamou atenção ao participar da série A Vida Como Ela É, baseada na obra de Nelson Rodrigues. Fez muito sucesso no ano seguinte, ao ser protagonista na novela Por Amor.
Ingra Lyberato fez muito sucesso ao participar da novela Pantanal, em 1990
Gloria Pires é uma atriz consagrada. Começou sua carreira na TV em 1968, na novela A Pequena Órfã. Fez sucesso em Dancin' Days, Cabloca, Vale Tudo, Mulheres de Areia, Anjo Mau e muitas outras
Myrian Rios fez muito sucesso na TV e participou de diversas novelas, como O Feijão e O Sonho, Escrava Isaura, Tititi e até Malhação, em 1995
Adriane Galisteu iniciou a sua carreira de modelo aos nove anos, mas foi nos anos 90 que ficou realmente conhecida ao namorar o piloto de Fórmula 1 Ayrton Senna. Começou sua carreira na TV em 1995 na rede CNT, no programa Ponto G e casou polêmica ao posar para a revista Playboy no mesmo ano. A musa tem seu próprio canal no Youtube, o Galisteu Sem Filtro
Silvia Pfeifer ganhou fama como modelo nos anos 80. Em 1990, estreou como atriz na minissérie Boca do Lixo, seguida por tramas conhecidas como Meu Bem, Meu Mal, Perigosas Peruas e Tropicaliente
Sheila Mello ganhou fama ao ganhar o concurso para se a nova loira do grupo É o Tchan! em 1998. Em 2009, participou da 2ª temporada de A Fazenda, da Rede Record, onde conheceu seu marido, o nadador Fernando Scherer, o Xuxa
Vera Fischer, a Miss Brasil de 1969, que foi coelhinha em agosto de 1982 e em janeiro de 2000. Como atriz viveu inúmeros personagens importantes nas novelas da Globo em
A estonteante Bruna Lombardi bombou na TV brasileira fazendo papel de um cara nos anos 80. Ela viveu Diadorim, na série Grande Sertão Veredas.
Betty foi outra musa que perdurou nos sonhos masculinos por 3 décadas. Ela fez vários filmes nacionais de grande importância como
Até um bebê sabia balbuciar o nome de Luma Oliveira no fim dos anos 80. Cinco vezes capa da “Playboy”, a musa estreou como passista da Portela no início da década de 80. Luma de Oliveira foi madrinha de bateria da Caprichosos de Pilares em 1987 e desfilou pela Mangueira em 1993 e 1994. No Carnaval de 1998, a moça desfilou pela escola de samba Tradição e causou polêmica usando uma coleira com o nome do então marido Eike Batista (sim, eles já foram casados).
A atriz e cantora
Doris foi apresentadora do Fantástico e era chamada de
Ela é a irmã mais velha do furacão Luma de Oliveira. Nos anos 80, Ísis de Oliveira integrou o elenco dos programas de humor de Jô Soares. Ela também atuou em várias novelas da TV Globo, como
Rita começou a vida artística como bailarina clássica e entre os anos 70/80 se tornou uma das chacretes mais famosas da TV.   Ela também foi a
Gretchen musou muito nos anos 80. Aliou o rebolado com músicas como
Musa nos anos 70/80/90, além da beleza e do talento, a atriz também se destaca pelo seu envolvimento com política e causas sociais. Ah, vale lembrar também que Torloni protagonizou um beijo lésbico com a atriz Nicole Puzzi no filme
Pode-se dizer que o conceito de
Maitê e seus belos olhos verdes... Ela é é outra beldade símbolo dos anos 80 que brilhou com talento e beleza por várias novelas.  Brilhou em novelas como “Guerra dos Sexos”, “Sassaricando”, “O Salvador da Pátria” e
A carreira de Lucelia decolou como estrela da novela “Escrava Isaura”, de 1976, quando a atriz tinha apenas 19 anos. A novela fez sucesso em 130 países. Em 1980/1981 era a grande musa de Fidel Castro e Nelson Rodrigues. Em 1980 posou para Playboy, rompendo a imagem de namoradinha do Brasil. A revista teve vendagem RECORDE e quis que Lucelia estivesse na capa também no ano seguinte. Atualmente, Lucelia ainda se dedica à carreira de atriz e realizou um documentário sobre o  Timor Leste.
Sabia que Tassia foi foi a primeira apresentadora do Vídeo Show? Isso rolou em 1983, no primeiro ano de exibição do programa. Ela fez várias novelas memoráveis na Globo, como Tieta, e foi capa da Playboy por duas vezes. Até hoje ela atua como atriz e desenvolve projetos teatrais.
Lídia Brondi foi musa e lançadora e modinhas nas novelas entre os anos 80 e 90. A atriz, que participou de novelas como
A bela Paula estreou na TV como apresentadora do ‘Fantástico’, em 1974. Após passar pela bancada do ‘Jornal Hoje’, ela criou, em 1977, o programa infanto-juvenil ‘Globinho’. Em 1979, lançou o ‘Globinho Repórter’, pioneiro no tema ecologia. Ela comanda uma ONG para mobilização e conscientização em prol do meio ambiente.
Ela continua com a mesma carinha de menina que conquistou a todos na pele da princesa Juliette, em
Isabela Garcia brilhou muito na TV na novela Bebê a Bordo, o que rendeu um convite pra posar para a Playboy, aos 21. Hoje, ainda tem pinta de garotona
Nossa eterna top-model-fera-radical. Beleza, carisma, talento, simpatia e um belo par de fartas sobrancelhas são as marcas da atriz, musa dos jovens dos anos 80.
Com essa carinha meiga, Debora Bloch vivia uma presidiária drogada num dos programas humorísticos mais incríveis da TV brasileira, o TV Pirata.
Uma das mulheres mais bonitas do país, durante os anos 80 Luiza (juntamente com Xuxa) bombava muito como modelo. Em maio de 1986 e dezembro de 1984, posou para a Playboy e se consagrou como um dos grandes símbolos sexuais na época. Não podemos esquecer do trono que elas ostentou por mais de 10 anos: o de rainha de bateria na escola de samba Imperatriz Leopoldinense.
Ala Szerman foi a nossa Jane Fonda no quesito de ser a pioneira em promover atividades físicas com quadros de ginástica aeróbica e estética pela televisão, no extinto “TV mulher”. Depois de deixar a TV, Ala virou empresária e ministra curso de MBA em gestão e atuação em spas e clínicas.
A transex brasileira mais famosa dos anos 80/90. Em 1984, Roberta Close foi
Sabia que antes de apresentar o programa
Nos anos 80, a jornalista Marília Gabriela bombava muito no comando do programa
Antes de fazer sucesso como atriz, Isadora Ribeiro foi escolhida por ninguém menos do que Boni (o chefão da Globo dos anos 80 e 90) para ser destaque da abertura do Fantástico. Ela também apareceu nua na abertura da novela Tieta.
Magda pode até não ter ganhado o concurso de Miss Rio de Janeiro que participou nos anos 80. Porém, ela ficou famosa pela semelhança física com a então modelo Luiza Brunet e por ter sido uma das precursoras do biquíni fio dental. Atualmente, Magda ainda viaja pelo país fazendo alguns desfiles e presenças vips. Ela também é designer de joias com sua marca MC Cotrofe.
A atriz é avessa a plásticas, faz sua própria maquiagem e é indisciplina no uso do protetor solar
Na década de 80, Andréa Veiga foi paquita  da Xuxa por dois anos. Logo após deixar de ser paquita, para tentar alavancar sua carreira, Andréa Veiga posou nua para a revista Playboy em setembro de 1988. Na TV, Andréa Veiga participou das novelas Gente Fina e do programa Os Trapalhões, na Globo. Na Manchete, participou da novela Salomé. Fez teatro e também cinema. Em 2003, formou-se em jornalismo.
Em 1987, Luciana Vendramini causou polêmica ao posar para a revista Playboy com 17 anos. A atriz foi casada com o cantor Paulo Ricardo, da banda RPM. Se afastou da mídia  por ter transtorno obsessivo-compulsivo (TOC), depois de tratada e viver este drama a atriz voltou para a TV. Em 2011, juntamente com a atriz Giselle Tigre, protagonizou o primeiro beijo homossexual exibido em uma novela no Brasil. O beijo foi em Amor e Revolução, do SBT.
Estreou na televisão em 1984, na telenovela
Iniciou a carreira no cinema em 1979, em
Nascida em São Paulo e formada em psicologia, Marisa Orth acabou optando pela carreira artística e estreia nos palcos na década de 80.  Marisa estreou na telinha em
Musa! Ídola! Mestra! Uma das melhores atrizes da atualidade, Carminha, ops! Adriana Esteves começou na TV participando do quadro
Você deve ter se apaixonado por essa mulher te dando boa noite. Afinal, ela foi a primeira mulher a ocupar a bancada do Jornal Nacional. Passou ainda pelo
A atriz que acabou de ser mamãe pela segunda vez, diz que nunca fez plásticas, mas faria tranquilamente quando achar que for preciso.
A cantora jura de pé junto que nunca fez plástica ou colocou botox. a chave da sua beleza está numa combinação de malhação pesada com atividades zen e as atividades normais de mãe e esposa.
Ana adentrou na carreira de modelo aos 12 anos, após ser descoberta por uma publicitária em um supermercado.  Aos 18 no cinema e e, aos 19, estreou na na novela 'Éramos Seis', do SBT. A eterna musa atualmente vive como criadora de cavalos na fazenda onde mora.
Angélica iniciou sua carreira aos 4 anos vencendo por 2 anos consecutivos um concurso de beleza infantil no programa de
Sônia Braga, diva da gente desde os anos 70!
Estreou em 1984, em Corpo a Corpo, no papel de Alice Gouveia. A novela mais recente foi em 2016, Escrava Mãe.
Antes de ser a rainha dos baixinhos já foi a princesa dos marmanjos. Antes de ser apresentadora, Xuxa foi modelo e atriz.
Em 1989, começou a gravar Pantanal, no papel de Juma, que inicialmente seria para Glória Pires. O papel mais recente foi em 2016, em A Terra Prometida.
Em 1993, aliando efeitos especiais de última geração e performance de dança, as vinhetas de Carnaval da Globo, de pouco mais de 30 segundos, foram dominadas pelo corpo de Valeria, coberto apenas com pinturas feitas à mão, ao som do jingle criado para as chamadas da emissora composto por Jorge Aragão e Jorge Lattari. A identificação foi tanta, que o apelido Globeleza pegou. Foram mais de dez anos como o símbolo máximo da cobertura de Carnaval da Globo.
aos 44 anos recém-completados (já!), a atriz faz sucesso com homens de todas as faixas etárias.
Em 1986, aos nove anos de idade, foi figurante no filme Quilombo, de Cacá Diegues. Aos 11 anos tornou-se Clubete, uma das assistentes de palco da apresentadora Angélica no Clube da Criança, da extinta Rede Manchete. Estreou na TV com a minissérie Sex Appeal e logo em seguida participou da novela Fera Ferida. Em 2016, fez Velho Chico, no papel de Maria Tereza de Sá Ribeiro.
Carolina começou a carreira trabalhando como modelo até passar no teste para atuar na minissérie Sex Appeal (1993), em que fez sua primeira personagem na TV, Claudinha. Em 2015, fez A Regra do Jogo, como Lara Firmino da Silva Stewart, seu papel mais recente.
Trabalhava como modelo, foi garota propaganda de algumas marcas como: 775, Sexy Machine, M.Officer e outras. Começou como assistente de palco do Programa H, de Luciano Huck, na Rede Bandeirantes, criando mais tarde o personagem denominado
Em 1990, começou sua vida profissional como modelo, trabalhando para as agências Ford Models e Mega. Em 1993, estreou como atriz na minissérie Sex Appeal, da Rede Globo. 	O trabalha mais recente na TV foi no sitcom Vai que Cola, em 2016.
Mari tornou-se famosa ao estrelar a capa da revista Playboy, em 1992. Em 2011, fez Escolinha do Gugu, como Marilyn Brasil.
Foi a primeira atriz negra a ser protagonista de uma telenovela brasileira, com Xica da Silva, na extinta Rede Manchete, em 96. Atualmente, é uma das apresentadoras do televisivo Saia Justa.
Suzana começou sua carreira televisiva como dançarina no programa do Sérgio Malandro e depois foi assistente de palco do apresentador Luciano Huck, ao lado de Joana Prado, no Programa H, exibido pela Rede Bandeirantes na década de 1990.  Seu papel principal foi a personagem Tiazinha, que foi criada por Luciano Huck a partir de fetiches sexuais e sadomasoquistas. Era chamada ao palco para depilar com cera quente partes dos corpos dos participantes do quadro, escolhidos no público. O último papel na TV foi em 2009, em Chico e Amigos, como Das Mercês.
Monique começou modelando aos 14 anos, a partir dos 18 já era famosa e com o tempo se tornou uma das principais modelos do Brasil. Foi capa de mais de 50 publicações especializadas em moda. Desde 2016 tem seu canal no YouTube, Monique Evans Show.
Iniciou a carreira como modelo fotográfica e aos 15 anos já era reconhecida pelos comerciais da Ellus, Fórum, São Paulo Alpargatas, DeMillus, Zoomp, entre outras. Contudo, ganhou notoriedade a partir de uma série de ensaios fotográficos que tiveram início na Revista Playboy em 1996, apresentada então como Musa do Botafogo. Casada com o americano Carlos Keyes, ela mora em Nova York desde 2011.
 Em 1997, incentivada pelos colegas de trabalho e com o apoio da família, inscreveu-se no concurso A Nova Morena do Tchan e venceu. Em 2016. participou do Saltibum, do Caldeirão do Huck.

De Galisteu a Letícia Spiller, veja antes e depois de musas da TV brasileira nos anos 80 e 90

Sem mais artigos