James Mangold, diretor de Wolverine – Imortal, garante que o herói da Marvel estará mais raivoso do que nunca em seu novo filme. Em entrevista ao site MTV News, Mangold disse que o novo longa possui um tom diferente, mais “sombrio” e “profundo”, em relação aos filmes anteriores.

“Eu quis fazer um filme que captasse a intensidade do personagem. Uma das características marcantes do Wolverine nos quadrinhos é que ele tem uma raiva furiosa, e algumas de suas habilidades são guiadas por algo mais primitivo”, disse o cineasta.

“Honestamente, o fato de Wolverine ficar irado, não de uma forma bonitinha ou engraçada, mas realmente raivosa, ajuda a direcionar as lutas. Isso é interessante para mim e para o personagem. É o combustível para alguns combates do filme”, afirmou o diretor.

O novo filme leva Wolverine (Hugh Jackman) ao Japão, onde ele tem de combater um samurai mortal de nome Shingen (Hiroyuki Sanada). O vilão é líder da Yakuza e pai de Mariko (Tao Okamoto), por quem o Wolverine se apaixona.

“A maravilhosa oportunidade que tive é o fato de que 90% do filme é situado no Japão. Apesar de outros elementos permanecerem os mesmos, como por exemplo Hugh Jackman, nós tivemos a chance de recriar o tom e torná-lo um pouco mais sombrio e profundo. Isso foi empolgante para mim”, acrescentou Mangold.

Sem mais artigos