Nos próximos capítulos de Amor à Vida, Bruno (Malvino Salvador) e Paloma (Paolla Oliveira) vão resolver as coisas à moda antiga.

Após viajarem para Cuzco em busca de Paulinha (Klara Castanho), eles conseguirão encontrar a menina e brigar de socos, tapas e puxões de cabelo com Ninho (Juliano Cazarré) e Alejandra (Maria Maya).

Ao avistar os três, a médica fica receosa, mas o corretor é direto: “Vai ter que ser no muque, Paloma. Não tem outro jeito. Ninguém tira a minha filha de mim. Eu garanto que dou conta desse canalha.”

Bruno grita por Paulinha e diz que vai leva-la. Ninho responde: “Vai levar coisa nenhuma! Você pode ter me tomado a Paloma. Não é, Paloma? Você não me quis por causa desse careta. Mas a Paulinha é minha filha, ela vai embora comigo!”

“Minha filha é a coisa mais sagrada da minha vida. Eu morro, mas salvo a Paulinha!”, garante Bruno. Depois disso o negócio descamba para o mano a mano.

Bruno consegue derrubar Ninho, e isso deixa Alejandra tensa. Ela agarra Paulinha e ameaça jogá-la em direção ao precipício. “Vocês vão embora agora, ou eu atiro a menina no precipício!”.

Paloma fica furiosa e pula em cima dela. As duas brigam de tapa e puxões de cabelos. “Você fingia que era minha amiga. Mas queria matar a Paulinha! Estou farta de ficar esperando, angustiada, pra saber o que vocês fizeram da Paulinha! Estou farta do sofrimento que vocês me causaram, das ameaças!”, diz Paloma.

Depois de briga e de perder a filha, Ninho chora e irrita a boliviana: “Não me conformo, Alejandra! Como eu fui deixar o Bruno e a Paloma levarem a Paulinha?”

“Foi melhor. Aquela menina é encrenqueira. Ia ser um peso pra gente arrastar. Sem falar no risco. Mais cedo ou mais tarde, ela podia denunciar a gente”, responde a comparsa.

Em Amor à Vida, Paloma e Bruno saem na mão com Alejandra e Ninho por Paulinha

Sem mais artigos