É verdade, não temos Halloween no Brasil, mas isso nunca impediu os brasileiros de criarem algumas das cenas mais assustadoras da história da televisão.

Selecionamos apenas produções nacionais, portanto episódios clássicos, como o do Abominável Homem das Neves, do Chapolim, da casa da Bruxa do 71, no Chaves, ou aquele da Punky, a Levada da Breca na caverna não entram na lista por terem sido feitas em outros países. Mas veja só isso que horror:

Qual é a necessidade disso?

Reprodução Qual é a necessidade disso?

Pelo amor de deus, Punky

Reprodução Pelo amor de deus, Punky

Veja aqui a nossa galeria com os momentos da televisão brasileira que mais assustaram as crianças:

Os momentos da televisão brasileira que mais assustaram as crianças

A TV Cultura sempre foi especialista em criar cenas e programas que traumatizaram crianças do Brasil inteiro e o lobisomem do episódio
Paz, amor, fé, esperança, luz e união não são apenas palavras. Você tem certeza de que já fez tudo o que podia pelo seu semelhante? Pense bem, pois um dia vamos nos encontrar e eu gostaria muito de chamá-lo de
O espetáculo psicodélico de Sergio Mallandro aterrizou qualquer criança que fosse minimamente normal em pleno horário do almoço. Mallandro pedia para meninos e meninas pularem na lagoa e fugirem de jacarés imaginários, oferecia presentes ou a porta, onde poderiam encontrar um monstro, um vampiro ou um king kong. E tudo isso ao som de Carmina Burana. Porém, ainda torcemos pelo reconhecimento de Sergio Mallandro como um dos maiores vanguardistas da televisão brasileira.
O Cadeirudo era um personagem da novela A Indomada que andava pela cidade de Greenville aterrorizando as mulheres nas noites de lua cheia. A sua aparição sinistra era marcada por uma silhueta andando com as pernas abertas, um chapéu e blazer. No fim, descobriram que o cadeirudo era na verdade uma mulher, Lurdes Maria, uma das beatas da cidade que queria apenas incomodar as prostitutas em nome da moral e bons costumes.
Antes do Júlio protagonizar um dos programas mais famosos da TV Cultura, o Cocoricó, ele procurou o seu bicho de pelúcia, Léo, nesta série chamada Um Banho de Aventura. Absolutamente toda criança teve medo disso e é só tocar aquela musiquinha
Infelizmente isso aqui nunca foi pro YouTube, mas era uma reportagem assustadora, na qual andavam pelos corredores do Carandiru (na época o presídio já estava desativado) com um detector de fantasma. Às vezes o detector mostrava mais atividades em alguns pontos da cadeia e tremia. Tudo isso feito com uma dessas câmeras que filma no escuro.
A novela De Corpo e Alma ficou marcada pela morte da atriz Daniella Perez, assassinada pelo também integrante do elenco, Guilherme de Pádua. Porém, além deste caso horroroso, que levou a vida da filha da autora, Glória Perez, a novela também contava com um personagem GÓTICO, o Reginaldo, interpretado por Eri Johnson. O ator foi o responsável a mostrar para o Brasil o que era um gótico e isso foi feito com um visual incrível: cara pintada de branco, cabelo com gel pra cima e raspado do lado, e muitos anéis. Se isso não bastasse, a novela ainda mostrava aquelas cenas sensacionais no CLUBE DAS MULHERES ao som de
Uma das vozes mais icônicas dos anos 90, Gil Gomes era o principal repórter do Aqui Agora, sempre atrás de casos tenebrosos. Muito tempo antes do Cidade Alerta, o Aqui Agora já mostrava mortes horríveis e o mundo cão em horário nobre da TV.
O Professor Tibúrcio com certeza foi o responsável pelos pesadelos de várias crianças desse Brasilzão. O que era mais assustador? Aquela cara branca horrorosa, aquela boca preta ou aquele figurino esdrúxulo? Não sabemos, mas certamente não aprendemos nada naquelas aulas tamanho o horror que era ver aquele quadro do Rá-Tim-Bum. A gente só rezava pra acabar logo.
Sim, claro que isso era por uma boa causa: as crianças desaparecidas. Mas aquelas fotos triste e antigas faziam a gente pensar

Especial de Halloween: os momentos da TV brasileira que mais assustaram as crianças

Sem mais artigos