O ano de 2020 está sendo difícil para as megaestreias. O lançamento do live-action de “Mulan”, por exemplo, aconteceu via streaming pelo Disney+, que só chegará ao Brasil em Novembro. E nesta sexta-feira (11), foi anunciado que as datas de lançamento dos tão aguardados “Mulher-Maravilha 1984” e “A Lenda de Candyman” foram postergadas.

O adiamento não é novidade para “Mulher-Maravilha 1984”. Originalmente previsto para o dia 5 de Junho, foi reagendado para 2 de Outubro em decorrência do coronavírus e, agora, sua estreia deve ocorrer somente no Natal, em 25 de Dezembro.

Segundo o site Deadline, pesou para a decisão o fato de que muitos cinemas, incluindo os de grandes polos como Los Angeles, Nova York, Miami e São Francisco, ainda estão fechados como consequência da pandemia.

O longa chegará ao público apenas uma semana após a estreia de “Duna”, prevista para 17 de Dezembro. A adaptação do livro homônimo de Frank Herbert é estrelado por grandes nomes como Timothée Chalamet, Zendaya, Rebeca Ferguson e Oscar Isaac.

Em relação ao terror “A Lenda de Candyman”, o público terá que aguardar até o ano que vem para enfim assistir à “sequência espiritual” de “O Mistério de Candyman”, de 1992.

Programada anteriormente para 16 de Outubro, a estreia foi adiada para 2021. A data ainda é incerta.

A ação também foi tomada mediante à incerteza de quando os cinemas dos Estados Unidos voltarão a abrir normalmente.

O longa é dirigido por Nia DaCosta, que estará à frente de “Capitã Marvel 2”, e coescrito pelo aclamado Jorden Peele, nome por trás de sucessos como “Corra!” e “Nós”.

Sem mais artigos