Liu Yufei, a protagonista de Mulan

Internautas da China, Taiwan e Tailândia promoveram hashtags de boicote ao live-action de Mulan, lançamento da Disney para tentar atrair o público chinês. O motivo está ligado a questões étnicas e à atriz protagonista do filme, a também chinesa Liu Yifei.

Capitaneados pelo ativista pró-democracia Joshua Wong, de Hong Kong, os internautas pediram o boicote pelo longa ter sido filmado parcialmente na região de Xinjiang, onde houve supostos abusos de direitos humanos às minorias, como uigures étnicos e muçulmanos.

Outro motivo segundo os apoiadores do boicote tem relação com a atriz Liu Yifei ter defendido veementemente a polícia de Hong Kong na época em que houve repressão violenta em atos pró-democracia.

A Disney ainda não respondeu aos questionamentos nas redes sociais sobre os desdobramentos após o lançamento do filme na China.

Sem mais artigos