A presença de John Travolta no Oscar já rendeu momentos bizarros. E este ano não foi diferente. Como na cerimônia de 2014, ele protagonizou cenas vergonha alheia.

Começou com a pegada na Scarlett Johansson (lacrando com este Versace esmeralda). Olha a cara de “não sou obrigada” da atriz. A sequência toda é muito bizarra, da mão dele na cintura, tentativa do beijo à reação dela.

Depois, com a cantora Indina Menzel. Lembra ano passado quando ele assassinou o nome dela, chamando de Adela Dazeem? A gafe gerou memes e foi assunto nas redes sociais durante semanas. E virou aplicativo. 

Eles dividiram o palco e relembraram o nome que ele inventou pra ela. “Por favor, recebam meu querido amigo, Glom Gazingo”, brincou ela. Então, Travolta aparece.

E, por fim, o olhar que ele deu pro ator Benedict Cumberbatch.

Sem mais artigos