A princípio Matt Damon não reclamou do fato da Universal planejar um quarto filme da franquia Bourne sem ele – seu personagem seria apenas o agente provocador dos eventos, mas não apareceria. Mas agora resolveu, finalmente, se manifestar.

A grande questão é que ele não foi comunicado oficialmente sobre a decisão do estúdio e se ressente por ter descoberto através da imprensa. “Ninguém me contou, literalmente ninguém me ligou. As pessoas acham que eu tenho informações privilegiadas, mas você pode ter uma noção da posição em que eu estou na lista”, disse o ator à Empire.

Damon alega que a Universal não é dona dos direitos sobre o personagem e que por isso ele mesmo pretende fazer seu próprio filme. Para isso, pretende chamar o diretor Paul Greengrass, o mesmo dos dois últimos filmes da trilogia Bourne (A Supremacia Bourne e O Ultimato Bourne).

O ator foi irônico ao comentar a ideia. “Eu faria novamente com Paul. A Universal na verdade não é dona do personagem Bourne, então tecnicamente eu poderia ir para a Warner Bros…e a Universal poderia ler sobre o assunto online”, provocou.  

Matt Damon quer fazer novo filme de Bourne por conta própria

Sem mais artigos