Um grupo de neonazistas na Alemanha tem usado o personagem Come-Come, da Vila Sésamo, como símbolo de suas ideologias extremistas. A polícia alemã prendeu nesta semana um neonazista que, vestido como Come-Come (Cookie Monster), distribuía panfletos que diziam “Ser Alemão é Legal” na frente de uma escola na cidade de Senftenberg.

A investigação levou a polícia a encontrar material neonazista nos computadores de dois suspeitos. Em um deles, havia uma imagem manipulada de Come-Come ao lado de Adolf Hitler.

“Não há nada de senso de humor em ideologias de extrema direita”, disse um representante do departamento de polícia alemão. “É uma tentativa de fazer com que o neonazismo pareça inofensivo, e talvez divertido ou rebelde”, acrescentou.

Grupos neonazistas têm se tornado mais comuns na Alemanha, apesar das duras políticas do governo local para inibir suas ações. Entre as bandeiras levantadas por eles, uma das mais comuns é a campanha de “Morte Nacional”, que acusa o país de perder sua “identidade” ariana a medida que a sociedade se torna mais multicultural.

A transmissão original de Vila Sésamo no Brasil foi de 1972 a 1977.

 

Sem mais artigos