Tal como Shia LaBeouf, Nicolas Cage cansou de ser famoso. Durante o festival SXSW, o ator disse que decidiu ser ator depois de ver uma performance de James Dean. Ele comparou a fama da época de Dean e a fama nos tempos de hoje.

“[Ver James Dean em Vidas Amargas] me deixou louco. Eu pensei, ‘Isso é o que eu quero ser’. Isso foi antes de todo mundo ter um smartphone e foi antes do advento das celebutards [gíria para ‘celebridades retardadas’], as pessoas que são famosas só por serem”, disse, de acordo com o site Digital Spy.

“Eu não estou reclamando, mas é um saco ser famoso hoje. Atualmente, mesmo na arte da crítica, no jornal LA Times, o jornalista que escreveu a crítica de Vício Frenético citou no texto quantas casas eu comprei e vendi”, reclamou.

“O que tem a ver a vida pessoal de Lindsay Lohan com sua performance em The Canyons? Deveria ser apenas o trabalho. O que muda se Bill Clinton teve um caso? Como isso afeta sua performance como presidente?”, acrescentou.

O próximo filme de Nicolas Cage a chegar aos cinemas é Joe, com estreia nos Estados Unidos marcada para 11 de abril.

Sem mais artigos