Uma das filhas do ex-presidente sul-africano Nelson Mandela e sua ex-mulher Winnie Madikizela-Mandela ficaram “muito comovidas” após ver o filme Mandela: Um Longo Caminho para a Liberdade, que reconstitui a vida do ex-líder sul-africano, apresentado na semana passada no Festival Internacional de Cinema de Toronto.

“Na semana passada mostrei o filme a Winnie e a Zindzi Mandela e ficaram muito comovidas, emocionadas”, disse o produtor do filme, Anant Singh, durante apresentação do trailer em Johanesburgo.

“Disseram que não mudariam nada do filme, que gostaram muitíssimo, e o mais importante, que captura a trajetória de Mandela de uma forma quase impensável”, acrescentou Singh.

Recebido por vários atores do elenco, Anant defendeu a escolha do ator britânico Idris Elba no papel do Mandela adulto. “Foi a escolha perfeita. Idris fez um trabalho fenomenal”, elogiou o produtor sul-africano.

“O sotaque de Mandela é muito difícil de fazer, inclusive para os sul-africanos às vezes. Nós trabalhamos para alcançá-lo”, disse o ator sul-africano Tony Kgoroge, que interpreta um dos companheiros de luta de Mandela, Walter Sisulu.

Perguntado se Madiba, nome do clã de Mandela no idioma xhosa e como é conhecido carinhosamente em seu país, deu algum conselho quando o escolheu para produzir o filme baseado em sua autobiografia, Singh revelou que o ex-presidente só disse: “Não se incomode, confio em você”.

Mandela, que está com 95 anos, não foi à Fundação que leva seu nome, onde o filme foi exibido. Seu estado de saúde continua crítico e segue em terapia intensiva em casa.

Mandela, prêmio Nobel da Paz em 1993 e eleito primeiro presidente negro da África do Sul um ano depois, se transformou em ícone da luta contra o regime racista do “apartheid”, que o prendeu por mais de 27 anos.

Assista ao trailer de Um Longo Caminho para a Liberdade:
Novo filme sobre Mandela tem teaser divulgado; assista!

Novo filme sobre a vida de Nelson Mandela comove sua família

Sem mais artigos