O diretor americano Oliver Stone pretende rodar nos desertos do Marrocos um filme sobre a ação terrorista na região de Sahel, informou nesta sexta-feira o jornal local Maroc Hebdo.

Segundo a fonte, o filme, que será intitulado Katiba (falange ou comando) e estará baseado no livro homônimo do acadêmico francês Jean Christophe Rufin, relata a experiência de quatro jovens nas fileiras da Al Qaeda no Magrebe Islâmico (AQMI).

A informação, no entanto, não foi confirmada pelo Centro Cinematográfico Marroquino (CCM), pelo qual se costuma passar as produções estrangeiras, mas seu diretor, Nuredín Sail, não descartou que esse projeto possa ser levado adiante.

De acordo com o jornal, que não especifica suas fontes, Stone teria afirmado que os espaços naturais no Marrocos não são muito modificados e, por isso, teria certa facilidade em situar a ação do filme, que, por sua vez, necessita de cenários desérticos.

De acordo com os números do CCM, o Marrocos concedeu 25 permissões para filmagem de longas-metragens estrangeiros somente em 2012, um número que vem aumentando cada vez mais nos últimos anos. Neste aspecto, o próprio Oliver Stone já filmou no país africano no passado – mais especificamente em 2004, com Alexandre.

Oliver Stone rodará filme sobre ação terrorista no Marrocos

Sem mais artigos