Programas que ficaram pouco tempo no ar

| Créditos: reproducao
| Créditos: reproducao
| Créditos: reproducao
| Créditos: reproducao
| Créditos: reproducao
| Créditos: reproducao
| Créditos: reproducao
| Créditos: reproducao
| Créditos: reproducao
| Créditos: reproducao
| Créditos: reproducao
Muito Mais (Band) - A audiência do programa de variedades de Adriane Galisteu girava em torno de um ponto quando foi substituído pelo desenho Popeye, que dobrou audiência em sua primeira semana de exibição. O programa durou nove meses, entre janeiro e outubro deste ano | Créditos: reproducao

O Muito Mais (Band), de Adriane Galisteu, teve um fim melancólico neste mês de outubro. Após nove meses de existência, o programa de variedades, que vinha dando audiências em torno de um ponto no Ibope, saiu da grade da Band e foi substituído pelo desenho Popeye. A atração junta-se à lista de programas com curta existência na TV brasileira.

Em 2012, outras atrações também ficaram só na expectativa de bons resultados. Sexo a 3, apresentado pelo doutor Robert Rey, decepcionou e ocupou a grade da RedeTV! por apenas três meses. O promissor Conversa de Gente Grande, com Marcelo Tas, por sua vez, só existiu por dois meses.

Relembre, na galeria de fotos acima, alguns programas brasileiros que ficaram pouco tempo no ar.

Programa de Galisteu durou nove meses; lembre atrações que ficaram pouco tempo no ar

Sem mais artigos
Sair da versão mobile