Linda Lovelace, Garganta Profunda, Atrás da Porta Verde, O Diabo na Carne de Miss Jones, Traci Lords… Se esses nomes não te dizem nada, você está fraco em matéria de pornografia vintage.

O auge do cinema pornô norte-americano aconteceu na década de 70, em uma era documentada pelo diretor Paul Thomas Anderson em seu filme de ficção Boogie Nights (1997).

A década de 80 traria o fim dos pornôs rodados em película e o início da era VHS, com a ascensão do video-cassete. Ainda assim, divas e clássicos foram gerados nos 80 e até nos 90.

Mas qual foi o destino das maiores musas do pornô americano? Descubra na galeria a seguir.

Sem mais artigos