Shia LaBeouf, que tem cenas pesadas na pele de Jerôme em Ninfomaníaca, filme erótico de Lars Von Trier, falou sobre sua participação no filme. Em entrevista divulgada pela Zentropa Productions, o ator contou que o primeiro pedido que a produção fez a ele, antes de escolhê-lo para o papel, foi que mandasse fotos de seu pênis.

“Eu sabia que Von Trier estava fazendo um filme, por gostar dele, por acompanhar seu trabalho, mas não sabia exatamente o que seria. Para homens, não há muitas oportunidades nos filmes dele. Isso não estava nem na minha lista de sonhos, porque era algo muito inalcançável. Então, eu recebi uma ligação de minha agente, que disse que talvez ouvesse uma oportunidade no filme. Eu disse, ‘Qualquer coisa, cara. Eu estou dentro para qualquer papel’. Nós ainda nem sabíamos qual seria. Então, começamos a receber informações. A primeira informação era de que… Minha equipe inteira reagiu com muito medo a isso. O primeiro pedido da produção, não de Lars, eram fotos do meu pênis”, contou.

Sobre trabalhar com o diretor dinamarquês, LaBeouf disse:”Ele está na minha lista dos grandes, em meu top 5 talvez. Ele é o cara. Ele é super humilde também, ele não consegue aceitar elogios. É uma dicotomia. Eu acho que a reputação dele seria de um rebelde. Ele poderia fazer qualquer coisa e se safar. Ele tem uma lista de coisas que se tem de fazer em um filme e simplesmente não a segue. Ele é um dos poucos que inventam coisas. Ele é um inventor”.

Na última sexta-feira (3), a Zentropa Productions divulgou uma entrevista com Charlotte Gainsbourg, que vive a protagonista Joe em Ninfomaníaca. No bate-papo, ela confessou que ficou “muito nervosa” com as cenas de sexo.

Com cenas de sexo reais, Ninfomaníaca acompanhará “a evolução erótica” de uma mulher dos 12 aos 50 anos. A trama mostra a protagonista Joe (interpretada também por Stacy Martin) contando sua vida sexual a um homem mais velho, após ele a encontrar ferida e inconsciente em um beco.

A obra será dividida em duas partes, sendo que a primeira estreará em 10 de janeiro no Brasil.

Sem mais artigos