Tom Hanks interpretou nada menos que seis personagens em A Viagem (Cloud Atlas), ambicioso filme de Andy e Lana Wachowski (Matrix) e Tom Tykwer (Corra, Lola, Corra). Em entrevista ao site Collider, o ator admitiu que sentiu medo de não convencer em alguns dos papéis.

“Se você ler o roteiro, verá que, assim como no filme, alguém sai de uma sala em 1934 e entra em uma sala no ano 3000. E é o mesmo ritmo, todas as mesmas emoções e cores. Então, meu medo era, ‘Eu tenho seis personagens. Eu vou engasgar em dois deles, pelo menos. Vou estragar tudo'”, contou o ator veterano, ganhador de dois prêmios Oscar.

O filme, baseado no romance A Viagem, de David Mitchell, acompanha histórias de muitos personagens, de diferentes continentes e épocas. O filme mostra como passado, presente e futuro estão conectados, de forma que um pequeno ato no presente pode resultar em uma revolução séculos depois.

Hanks conta que, apesar de o filme ter exigido muito fisicamente dos atores, o processo de gravação foi “divertido” e “prazeroso”.

Halle Berry, que também participou da entrevista, concordou com o colega. “Não me lembro de ter me divertido tanto em um filme. Teve um dia em que minha filha veio e eu estava vestida como o Dr. Ovid. Ela adorou vir aqui e ver todos esses personagens diferentes”, contou a atriz, que, assim como Hanks, viveu seis personagens.

A Viagem tem estreia brasileira marcada para o próximo dia 25 de dezembro. O elenco conta, ainda, com Jim Broadbent, Hugo Weaving, Jim Sturgess, Susan Sarandon, Hugh Grant, entre outros.

Sem mais artigos