O seriado Two and a Half Men estreou com recorde de audiência sua nona temporada, a primeira sem Charlie Sheen, que foi substituído por Ashton Kutcher, segundo publicou na terça-feira o site da revista The Hollywood Reporter.

O primeiro capítulo dessa nova etapa atraiu na noite de segunda-feira 27,7 milhões de espectadores, quase o dobro da estreia da temporada anterior, um número recorde na história da série exibida pela rede americana CBS.

CLIQUE E RELEMBRE A SÉRIE COM CHARLIE SHEEN

Finalmente, o público pôde saber qual foi o trágico final que os roteiristas pensaram para a saída do personagem Charlie Harper, dando espaço para o aparecimento de Walden Schmidt (Kutcher), depois que Sheen foi despedido por suas recorrentes polêmicas.

Charlie morreu atropelado por um trem do metrô empurrado por sua namorada Rose, que ficou furiosa quando ele contou sobre sua infidelidade.

Walden, um jovem multimilionário que enriqueceu com negócios na internet, aparece na casa de Charlie em Malibu (cenário onde transcorrem os capítulos) depois de tentar suicídio no mar.

Charlie Sheen, de 46 anos, foi despedido em março depois de insultar o criador da série, Chuck Lorre, e forçar o cancelamento dos últimos episódios da oitava temporada devido a seus excessos em festas com drogas e álcool.



Sem mais artigos