Arqueólogos encontram pote com “creme facial” de 2.700 anos

Você já fez uso ou usa diariamente aquele creme no rosto para cuidar bem da pele e tentar retardar o processo de envelhecimento, não é mesmo? Mas sabia que o creme facial pode ser muito mais velho do que parece?

Um grupo de arqueólogos encontraram na China alguns resíduos de uma substância que estava dentro de um recipiente, na província de Shaanxi.

Segundo os pesquisadores, a substância estava em um pequeno recipiente de bronze, guardado dentro de uma tumba M49, no sítio Liujiawa.

Os pesquisadores ficaram intrigados ao descobrirem que o produto era utilizado pelo povo antigo da região como creme facial pelos homens da aristocracia da época.

De acordo com a pesquisa, o creme data de 2.700 anos e deve ter sido ums dos primeiros cosméticos usados no país.

Sem mais artigos